Estão abertas as inscrições para os seguintes seminários. Inscreva-se já!

CUIDAR DOS CUIDADORES

OS CUIDADORES TAMBÉM PRECISAM SER CUIDADOS

Cuidar de alguém que amamos, com graves problemas de saúde, é muito exigente e por vezes demasiado stressante, especialmente quando se tratam de doenças crónicas (longa duração), de doeças graves e de doenças associadas ao envelhecimento. Mas, independentemente do motivo pelo qual se cuida de alguém, todos os cuidadores se focam demasiado na saúde de quem cuidam, ignorando o próprio bem-estar, o que não é bom para nenhum dos dois. Vamos cuidar de si também!

CUIDAR DOS CUIDADORES

OS CUIDADORES TAMBÉM PRECISAM SER CUIDADOS

Cuidar de alguém que amamos, com graves problemas de saúde, é muito exigente e por vezes demasiado stressante, especialmente quando se tratam de doenças crónicas (longa duração), de doeças graves e de doenças associadas ao envelhecimento. Mas, independentemente do motivo pelo qual se cuida de alguém, todos os cuidadores se focam demasiado na saúde de quem cuidam, ignorando o próprio bem-estar, o que não é bom para nenhum dos dois. Vamos cuidar de si também!

CUIDAR DOS CUIDADORES

OS CUIDADORES TAMBÉM PRECISAM SER CUIDADOS

Cuidar de alguém que amamos, com graves problemas de saúde, é muito exigente e por vezes demasiado stressante, especialmente quando se tratam de doenças crónicas (longa duração), de doeças graves e de doenças associadas ao envelhecimento. Mas, independentemente do motivo pelo qual se cuida de alguém, todos os cuidadores se focam demasiado na saúde de quem cuidam, ignorando o próprio bem-estar, o que não é bom para nenhum dos dois. Vamos cuidar de si também!

Quem são os cuidadores?

Cuidador informal é aquele que presta cuidados ou assistência, de forma gratuíta, em atividades da vida diária, a outra pessoa com doença ou incapacidade.

Um inquérito levado a cabo pelo Movimento Cuidar dos Cuidadores Informais, demonstrou que o número de cuidadores informais em Portugal é mais elevado do que os 8% a 10% que se estimava. Cerca de 1,4 milhões de pessoas em Portugal são cuidadores informais de algum familiar ou amigo.

people standing on shore during golden hour
Qual o impacto, de cuidar de alguém, na sua saúde?

Ser cuidador informal é um processo complexo, com impacto na saúde e bem-estar do cuidador. Estudos indicam que os cuidadores, de forma geral, estão mais susceptíveis a apresentar sintomatologia depressiva e outros indicadores de stress psicológico do que "não-cuidadores" (Pinquart & Sörensen, 2003; Roth et al., 2009; Schulz & Sherwood, 2008) tendo menor saúde fisíca do que "não-cuidadores" (Pinquart & Sörensen, 2003; Vitaliano, Zhang, & Scanlon, 2003). Outros estudos, referentes a cuidadores de pessoas com demência, indicam que estes cuidadores mostram uma maior carga inflamatória e outros indicadores de sáude precária (Gouin et al. 2012; Kiecolt-Glaser et al., 2003; Lovell & Wetherell, 2011; von Känel et al., 2006).

Todos os cuidadores mostram sinais de esgotamento e sintomas depressivos?

Não. Vários estudos indicam que o nível de stress sentido por cada um está relacionado com a forma como o cuidador percepciona a situação de cuidados (Brown&Brown, 2014). Quando o cuidador sente que dispõe de recursos internos (informação, comptências e ferramentas de coping) e externos (financeiros, ajuda de familiares, suporte social, e cuidado formal) suficientes para gerir a situação, não percebe a situação como tão stressante, lidando com o cuidar de uma forma mais positiva e com menos impacto na sua saúde. O mesmo acontece quando o cuidador decide cuidar de alguém por sua livre e expontânea vontade, entendendo que tem os recursos e conhecimentos suficientes para isso. Ou seja, o risco de ficar fisíca e psicológicamente doente aumenta apenas quando a exigência dos cuidados prestados excedem os recursos psicológicos e/ou os recursos sociais para lidar com a situação.

Como posso aligeirar o peso de ser cuidador?

Ter informação e conhecimento sobre a situação de cuidados da qual está responsável é extremamente importante para o ajudar a sentir-se capaz e confiante. Irá ajudá-lo a reduzir a ansiedade e o stress sentido. Reconhecer as suas capacidades, e também os seus limites; identificar sinais de esgotamento; saber onde procurar ajuda, e aceitar ajuda; tudo isto é extremamente importante para se manter psicológicamente, e fisicamente, bem. Nós APACID podemos ajudá-lo nessa tarefa. Cuidar de si é importante e não é um caprixo. Só estando bem poderá cuidar bem de quem ama.